O mundo de JPFOX. Tecnologia do Blogger.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Respondendo ao censo


Isso já faz um tempo, mas não sai da minha memória. Lembro-me de chegar em casa e encontrar a moça do censo sentada na sala fazendo perguntas para a minha mãe:

- Quantos moradores existem na casa?
- 7.
- Quantas do sexo feminino?
- 6.
- E masculino (a resposta era óbvia)?
- 1.
- Qual é a raça (cor) da senhora?
- Parda.
- Das filhas?
- Parda, parda, parda...
- Do filho da senhora?
- Pardo.
- Pera aí mãe. O que é este tal de pardo?
- Se diz isso quando a pessoa é moreninha.
- Mas eu não sou moreninho mãe, eu sou preto.
- Meu filho depois a gente c...
- Mas mãe...

Tudo isso aconteceu há algum tempo na minha casa e suscitou uma curiosidade: será que é tão difícil falar que é preto ou negro. Parecem palavras fortes e soam quase como palavrões. Minha mãe não respondeu daquela forma por mal, ela só seguiu a maré, todo mundo fala assim, ela só acompanhou a maioria.

Até hoje não sei o que é pardo. Acho que nunca vou saber. Sei que sou preto, ou negro para quem preferir.

9 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Enriqueça a discussão.

Caso deseje divulgar seu site e/ou blog, utilize a opção OpenID.

O seu comentário é muito importante.

Related Posts with Thumbnails

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO