O mundo de JPFOX. Tecnologia do Blogger.

sábado, 26 de março de 2011

Onde foi que erramos?

Eles parecem jovens normais. Largam o bico e a mamadeira e partem para o mundo. Saem da barra da saia da mãe e ganham as ruas. Na rua é diferente. A rua ensina, cria, estimula e dá conselhos e seus próprios castigos. A rua orienta. Mostra os caminhos. Na rua encontramos os primeiros amigos. Amigos estes que nos apresentam o sexo e as drogas. Amigos que logo consideramos mais importantes que nossa família. Família esta que já não tem mais espaço. Renegada a segundo plano. Família esta que recorre a terceiros para ter acesso àquele pequeno bebê que desmamou muito cedo. Cedo nada. Nada é cedo neste mundo de hoje. Quem debuta aos quinzes anos já é considerado idoso. Idosos tais pessoas não ficam. Chegam aos 40 e já estão acabadas. 40 seria muito. Muito é sempre pouco pra essa gente. Sendo assim fica a pergunta: onde foi que erramos?

Continue lendo >>

quinta-feira, 17 de março de 2011

Esperando o carnaval do ano que vem...

O carnaval é muito interessante. Consegue ser ao mesmo tempo, no mesmo dia ou noite, algo apaixonante e ao mesmo tempo frustante. As expectativas são criadas e no fim pode acontecer o que você menos espera.

No sábado o fôlego está em 100%, o fígado dá sinais de saúde de ferro e a galera faz planos mil. Nada pode dar errado. Vai ser um carnaval dos sonhos. O melhor de todos!!!!

O domingo de carnaval foi feito para se esbaldar. Logo cedo você está a ponto de bala e lembrar de almoçar é tarefa das mais difíceis. A noite lembrar o nome das pessoas é um exercício excelente para qualquer memória.

Na segunda-feira, para manter a tradição de "Dia Mundial da Ressaca", você tenta descansar, mas não consegue. Logo está pulando e bebendo de novo. Agora não há "demônio" que o segure.

Se chegou até aqui parabéns! Já é terça-feira e ainda se encontra vivo. Se ainda não beijou ninguém este é o seu dia, pois quem está matando cachorro a grito sempre se apresenta facilmente. Por outro lado o fígado já não funciona como antigamente e a ressaca acumulada durante os quatro dias está pronta para explodir como as usinas nucleares japonesas. Danger!!!!!!

A quarta-feira de cinzas pode ser definida como a sua morte anunciada. O pior dia do mundo. Um dia indescritível e inesquecível em todos os sentidos. O que há fazer neste momento? Quer saber o que estou fazendo?

"Esperando o carnaval do ano que vem..."

Continue lendo >>

sábado, 5 de março de 2011

Por que não Mano?

O futebol é cercado de muitos mistérios indecifráveis. Muita coisa rola por debaixo dos panos e nós mortais torcedores ficamos a míngua. Vamos ao estádio, compramos ingressos, consumimos produtos do clube e o 'diabo a quatro'. Um dos maiores mistérios do futebol brasileiro é o que cerca os bastidores da CBF e os respectivos técnicos do time canarinho. Jogadores com qualidade duvidosa são convocados e outros com comprovada competência ficam a ver navios. Uma das maiores injustiças do momento é a não convocação do goleiro Fábio do Cruzeiro. Merece há muito uma chance com a amarelinha (apesar do uniforme do goleiro da seleção não ser amarelo).

Você pode estar pensando: "o cara fala isso por que é cruzeirense", "tá puxando a sardinha pro lado dele".... nada disso. Amigos meus que torcem para o rival não cansam de falar que Fábio é no momento o melhor goleiro em atividade no Brasil. Melhor até que o Victor do Grêmio (goleiro este que não se cansa de falhar, mas ninguém vê ou finge que não vê).

Portanto Mano, ponha a mão na consciência e pense: Por que não?


Continue lendo >>

quarta-feira, 2 de março de 2011

Gosto do Carnaval apesar dos pesares


Todo mundo sabe o que vai acontecer. Aquelas musiquinhas viciantes que não saem da cabeça, os bêbados idiotas que insistem em te azucrinar a paciência, as urinas pelas ruas a nos rodear, aquele (a) folião (ã) com desodorante vencido insistindo em lhe acompanhar, etc. Tudo isso pode deixar você desanimado e convencido em não curtir o carnaval. O que você talvez não saiba é que o carnaval é e sempre foi assim. Amado e odiado nos mesmos patamares. É a festa da perdição, das orgias e da curtição. O que há de mal nisso? Simplesmente nada. A vida está aí pra ser vivida em sua plenitude e tudo que venha para deixá-lo feliz não prejudicando os outros vale a pena. Gosto do carnaval apesar dos pesares. Apesar dos "axé de merda", dos "pagodinhos fuleiros" e dos "pitbulls escrotos". Quando o carnaval chegar você vai ver.

Continue lendo >>
Related Posts with Thumbnails

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO