O mundo de JPFOX. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

A outra Copa


Muito tem se falado sobre turismo sexual, prostituição e procura incessante dos estrangeiros por garotas brasileiras neste período de Copa.

Mas o que não podemos esquecer é que o outro lado também existe. Sendo a mulher maior de idade, em sã consciência de seus atos e sabedora de suas responsabilidades, não vejo nenhum mal nestes relacionamentos. O que deve evitar e denunciar é o uso de menores nestes atos.

Uma coisa que pouca gente se lembra e nota é que muitas vezes o primeiro contato é feito pelas brasileiras. Algo normal e sem problemas.

De resto sendo uma relação prazerosa e consensual sou de opinião favorável ao divertimento e romances esporádicos.

Continue lendo >>

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Futebol e política na Copa


Torcer para o Brasil ganhar não quer dizer que queremos Dilma de novo e está tudo bem.

Torcer para o Brasil perder não quer dizer que queremos Aécio e que está tudo errado.

Um coisa é futebol. A outra política.
Ganhar não vai resolver nossa vida.
Mas perder também não.

Entenda:

Futebol = diversão
Política = responsabilidade

Cuidando para não ficar contra o Brasil agora e no dia da eleição se preocupar mais com o churrasco dos amigos no domingo à tarde.

Continue lendo >>

Minha guerra noturna


Não há coisa pior do que ver o tempo passar diante dos seus olhos, saber que grande parte das pessoas está descansando e você nada... nem prega as vistas.

Para o meu pior inimigo não desejaria tal castigo. O sofrimento é grande. Naquelas 2, 3, 4, 5 horas que o mundo passa pela sua cabeça, pouco salva. Pouco é bom. Pouco presta. O pensamento ruim, a tragédia e a morte são companheiras.

Quando adormeço o mundo já me chama. Quer dizer não chama, berra. A vida devia esperar por quem de insônia sofre. Acontece exatamente o contrário: a vida nos mutila pouco a pouco... minha vida passa sem tempo pra dormir.

Ailton Jr.
Um cara em luta constante com o travesseiro.

Continue lendo >>

Relembrar é viver...


Chegavamos aos 44 minutos do segundo. O empate por 1 x 1 dava o título da Copa do Brasil 2000 ao São Paulo. Após ser puxado pela camisa por um zagueiro tricolor, Geovanni se preparava para bater. Parecia conversar com a bola. Ricardinho o observa e aconselha. Marcelinho Paraíba já previa o que estava para acontecer. O que veio a seguir foi uma cobrança forte passar por baixo da barreira e morrer dentro do gol de Rogério Ceni. Festa, choro, risos, alegria... o Mineirão era todo azul e o taça era do Cruzeiro pela terceira vez.

Continue lendo >>

sábado, 7 de junho de 2014

O amor acabou


Muitos perguntam o por quê. Sinceramente acho que o amor acabou. 

O amor pode acabar por diversos motivos: quando o casal já não se diverte mais, pode ser também se o encontro começa a virar quase que uma obrigação ou se a relação descumpre o combinado em seu início.

Acho que isso aconteceu.

Amor rima com amizade, alegria, prazer... quando nota-se que isso acabou, não vale a pena mais tentar.

Valeu Butchana!

Continue lendo >>

Torcer apesar dos pesares


Uma coisa é torcer pelo Brasil na Copa. Outra é distorcer os fatos. Não se pode de maneira alguma tapar os olhos para a bagunça que vem se tornando a cada dia nosso país. O futebol é alheio à isso.

Pular e gritar quando Neymar fizer um gol não faz de você um alienado, mas sim um torcedor. Pedir para descer o cacete em manifestante contrário à Copa não faz de você um patriota, mas sim um babaca.

Torcer sempre. Distorcer jamais.

Continue lendo >>

Ame

Ame

Ame sendo babaca
Ame sendo xingado
Ame sendo maltratado
Ame sendo coitado
Ame sendo verdadeiro
Ame sendo brasileiro
Ame sendo bagunceiro
Ame sendo exaltado
Ame sendo carinhoso
Ame sendo amado

Ame

Continue lendo >>

Um minuto de você...


Posso ficar sem te ver.
Só preciso de um minuto de você.
No telefone a vontade só aumenta...
É porque preciso de um minuto de você.
Em dias de whatsapp e facebook nem sei o que recorrer.
Só quero um minuto de você.
O dia passa e o relógio parece correr.
Deve ser porque falta nele o tempo de um minuto de você.

Continue lendo >>

Certas vezes

Certas vezes a vida parece querer tomar o sentido contrário à nossa vontade.

Certas vezes a vida transforma em mão única onde outrora foi highway.

Certas a vezes a vida quer acender a luz vermelha quando antes só existia a verde.

A vida faz isso, mas só certas vezes. Nas outras (que são a maioria), quem rege e comanda somos nós.

O sentido, a pista e o semaforo, ou seja, o lugar, a forma de chegar, e a disponibilidade de acontecer.

Siga em frente.

Continue lendo >>
Related Posts with Thumbnails

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO