O mundo de JPFOX. Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Sou contra o novo orkut


Se você pensa que estou preocupado com isso pode parar de ler. Se ainda está por aqui, saiba que estou me lixando para o novo orkut, suas atualizações, seus recadinhos e tudo que o cerca.

Na semana passada houve algumas mudanças no layout da página e foram adicionadas funcionalidades principalmente nos recados. Sinceramente não estudei o problema a fundo para opinar se tais mudanças foram para melhor ou pior. Notei mesmo foi a mobilização dos "orkuteiros" em reclamar e exigir mudanças do Deus Google. Lançaram comunidades sobre o tema, recolheram assinaturas virtuais e muito mais. Tanto choraram que foram atendidos. O orkut voltou ao normal.

É realmente de se exaltar esta iniciativa dos "orkuteiros", que em sua maioria são formados por crianças, pré-adolescentes e adolescentes. O que me deixa indignado é porque eles não usam esta força e esta voz ativa para coisas realmente importantes. Por que não exigem melhorias na educação, menores preços dos cursos profissionalizantes ou acesso gratuito mais facilmente na faculdade? Daria muito trabalho e estudar é uma coisa chata. Bom mesmo é ficar no orkut e no MSN conversando com a galera e tirando foto em frente ao espelho. Isso sim é vida!!!

E aí vai um recado ao Deus Google: não mude o orkut sem consultar os "orkuteiros". Tudo pode, menos mexer com quem tá quieto, tão quieto como a foto de perfil no orkut.

Continue lendo >>

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Ainda há regras para o amor?

Dias atrás estava assistindo ao filme "No Balanço do Amor" (Save the Last Dance-2001), com Julia Stiles e Sean Patrick Thomas. É a história de uma garota que após a morte da mãe, vai morar com o pai em Chicago. Lá estuda em uma escola que tem em sua maioria alunos negros. Ao tentar se enturmar com a galera conhece um garoto negro pela qual se apaixona e que a ensina dançar hip-hop e vencer o trauma de dançar ballet. Um romance leve que prende quem o assiste.

O real objetivo de citar este filme é a história inter-racial que acontece entre os personagens de Julia e Sean. Ela garota branca que chega de fora e ele rapaz negro que vive num mundo peculiar, onde só há iguais, ou seja, somente negros. Durante todo o filme os dois sofrem diversas investidas de quem não vê com bons olhos o relacionamento. Com isso se separam, brigam, mas no final se acertam e ficam juntos.

Lembro que antigamente tais relacionamentos eram "evitados" e que as famílias se formavam somente por negros ou brancos ou seja lá qual fosse a raça. Hoje em dia parece que tudo mudou. Na mesma família são encontrados brancos, negros, amarelos, índios, etc.

Acredito que regras para o amor ficaram no passado. Algumas pessoas ainda olham atravessado, mas não cabe mais nenhum tipo de preconceito. O importante é ser feliz, seja ao lado de quem for.

Qual sua opinião sobre isso?
Ainda há regras para o amor?
Enquanto você pensa, assista ao trailer de "No Balanço do Amor".

Continue lendo >>

sexta-feira, 18 de junho de 2010

A incrível arte de torcer contra

Sempre em tempo de Copa do Mundo é a mesma coisa. Torcedores se mobilizam, pintam as ruas, tiram as camisas amarelinhas do guarda-roupa e se preparam para aguentar o sofrimento de ver a Seleção em campo e consequentemente a narração e a "chatice" do Galvão Bueno.

Neste mesmo tempo é o formado outro grupo de pessoas. As do "contra". Aquelas que vivem secando a Seleção e que veem defeito em tudo e todos. Tais pessoas usam o argumento que brasileiro só se preocupa com futebol e se esquece dos outros problemas (coisa que não deixa de ser verdade). O que me impressiona é que estas mesmas pessoas ao invés de ficar imunes e indiferentes à competição, escolhem outras seleções para prestigiar, seja por gostar das cores da camisa, porque a seleção tem jogadores bonitos ou para fazer raiva mesmo, exemplo: torcer para a Argentina.

Graças a Deus vivemos em uma democracia bastante consolidada e que atitudes como estas são perfeitamente aceitáveis, mas pensem comigo: torcer sempre contra, seja no futebol ou em qualquer outro segmento é bem cômodo. Se ganhar você dá uma de indiferente e que não está nem aí. Se perder você dá uma de fodão e diz: "tá vendo, eu já sabia que ia acontecer isso".



Ah meu Deus!!!
Durma-se com um barulho destes...

Continue lendo >>

terça-feira, 15 de junho de 2010

Eu sou mineiro uai...

Em outros posts já mostrei algumas peculariedades que caracterizam nós mineiros. Com certeza um dos detalhes que mais chamam a atenção dos outros tem a ver com o modo que falamos, tai como: "uai", "trem", "tamen", "trem", "lidileite", "trem", etc. Deu pra notar que "trem" por aqui em significa a forma de transporte ferroviário e um monte de outras coisas.


Perambulando pela internet, achei um vídeo muito legal mostrando as nuances que circundam o linguajar do mineiro e mais importante das mineiras. O texto é de Felipe Braga Netto. Se você estiver com 8'53'' de ócio, não deixe de conferir. Vale a pena!!!



Continue lendo >>

sábado, 12 de junho de 2010

Ai Penny...

Se você já assistiu The Bing Bang Theory sabe de quem estou falando. Se trata da atriz norte-americana Kaley Cuoco, 24 anos, olhos que hipnotizam e um corpinho que deixa qualquer um doidinho. Ela interpreta a garçonete Penny, amiga (algumas vezes namorada e/ou outras coisas), dos nerds Sheldon, Leonard, Raj e Howard.

Nesta 3ª temporada de TBBT viveu um curto romance com Leonard, mas parece que já está tudo acabado. A loira simplesmente enlouqueceu o pobre rapaz e ainda por cima conseguiu uma "louca" amiga para namorar o Howard. Só louca mesmo!!!!

Kaley começou sua carreira aos 8 anos de idade e já participou de diversos filmes e séries. Mas nada que se compare ao seu sucesso ao lado dos 4 nerds em The Bing Bang Theory. Ai Penny...


Continue lendo >>

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Powder Blue (Ponto de Partida) - Quatro vidas interligadas

Às vezes um despretensioso filme nos toca de forma inesperada. Powder Blue ou Ponto de Partida é um filme que de início pode aparentar ser cansativo e sem atrativos, mas que no seu decorrer faz refletir e no fim invariavelmente nos dá uma lição.

Ray Liotta é um ex-presidiário que descobre ter uma doença terminal. A partir deste momento seu único desejo é encontrar e ajudar sua filha (Jessica Biel). Esta uma stripper que tem um filho em coma num hospital e que sem perceber se apaixona por dono de funerária (Eddie Redmayne), que dia atrás se negou a assassinar a seu pedido Forest Whitaker, ex-padre que perdeu a paixão de sua vida em um acidente de carro e desde momento só deseja encontrar a morte.

Inicialmente nada liga com nada, mas no filme tudo se encontra de forma brilhante e natural. Uma ótima pedida para quem precisa refletir sobre a vida e como a vivemos.

Continue lendo >>

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Estar próximo a mulheres bonitas faz mal a saúde


Calma. Não se assuste. Não estou incentivando que você fique ao lado dos “jaburus” soltos por aí. Estou somente divulgando um estudo feito pela Universidade de Valência na Espanha, que detectou modificação na produção hormonal em homens que tiveram contato com mulheres bonitas.

O estudo consistiu no seguinte: 84 homens receberam um teste de Sudoki, um quebra-cabeça japonês. Eles foram encaminhados a uma sala onde estavam um homem e uma bela mulher. Poucos instantes depois a mulher deixou a sala e sozinhos com o homem, os voluntários não sofreram qualquer tipo de alteração no cortisol enquanto resolviam o teste. Tempo depois o homem saiu e a bela mulher voltou e ficou a sós com os rapazes. Neste momento foi notado que o nível de cortisol dos homens aumentou em curto espaço de tempo, dificultando a realização da tarefa.

Foto: rbatina

O cortisol é produzido pela glândula suprarrenal quando uma pessoa encontra-se sob forte efeito de estresse físico e/ou psicológico. Em nível alto, o cortisol pode elevar o risco de diabetes, hipertensão, impotência sexual e cardiopatias.

Só esta mesmo que faltava. Os cientistas nos impedem de fazer coisas e depois retiram tais impedimentos. Ou um alimento que fazia bem antes, depois de uma pesquisa este mesmo alimento lhe faz mal. Agora inventaram essa que mulher bonita pode acarretar problemas na saúde do homem. Infelizmente acho que vou morrer cedo, pois não foi fazer nenhuma moderação para evitar alguma doença causada pelo aumento de nível do cortisol. Não mesmo!!!

E você homem, vai cuidar mais da saúde a partir deste momento?

Fonte: Jornal Super Notícia - Domingo 16/05/10 - Pág. 10

Continue lendo >>
Related Posts with Thumbnails

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO