O fim (4ª reflexão)


A chuva derrubou tudo. Em poucos instantes a pequena cidade se viu destruída. Como num jogo de boliche, casas foram sendo levadas ou derrubadas uma a uma. Cinegrafistas captavam tudo. Ao fundo só se ouviam os gritos de desespero de quem nunca iria se acostumar com a cidade arrasada que se apresentava. Nem mesmo a casa de Deus foi poupada. Imagens santas, mostrando a força e fé que delas se esperam, aguardam sobre os escombros por dias melhores.

Continua amanhã...
Quer entender? Leia as reflexões anteriores.

Postagens mais visitadas