O fim (3ª reflexão)


O rio levou tudo. A nossa forma de ir e vir não existe mais. Onde outrora havia uma ponte, hoje passa um serelepe rio. Rio este que não se fartou em levar somente concreto levou também vidas e consequentemente o coração de seus entes queridos. Um radialista narrava tudo ao vivo para uma rádio local, aos prantos e desesperado, repetia somente uma coisa: “meu Deus, meu Deus, meu Deus...

Continua amanhã...
Quer entender? Leia as reflexões anteriores.

Postagens mais visitadas