O mundo de JPFOX. Tecnologia do Blogger.

domingo, 31 de maio de 2009

As comédias da TV perderam a graça

Há muito tempo os programas de humor da TV brasileira não são mais os mesmos. O público esperava ansiosamente para poder ver seus personagens preferidos e curar o stress do dia-a-dia com boas doses de risos, mas atualmente o que se vê é o humor politicamente correto, ou seja, um humor para não desagradar ninguém, um humor que se preocupa muito com possíveis conseqüências, como, por exemplo, magoar alguém ou algum órgão. Peguei alguns programas como exemplo para ilustrar minha opinião:

Zorra Total: Nunca gostei deste programa. Um humor muito fraco, com personagens que se preocupam muito com estereótipos e frases feitas. Volta e meia aparecem artistas globais que estão fazendo sucesso em novelas da casa e ex-BBBs, no mais...




Casseta & Planeta: A morte do Bussunda foi uma grande perda. Não que os outros não sejam bons, mas o Bussunda era a alma do programa. De 2006 pra cá o Casseta não é o mesmo. Os caras até pararam um pouco de mexer com os políticos e até mesmo com alguns programas da Globo. Será censura? Como diz um colega meu “vai saber...”.



Toma lá dá cá: Teve um primeiro ano maravilhoso. Nesta temporada ainda não vi um grande programa. Seu Ladir parece que não volta mais e as histórias perderam um pouco o nexo. A Bozena é uma das personagens que ainda se salva no programa.




A Grande Família: Parece que já deu o que tinha que dar. Era o meu programa favorito, mas agora nem perco minhas noites de quinta para ver. Não sei onde está a falha, mas assistir eu não consigo mais. Cansei...




A Praça é Nossa: Era um grande programa, mas parece que tudo que é bom o Silvio Santos tem que estragar. Há algum tempo, o Carlos Alberto de Nóbrega reclama do pouco apoio que a emissora dá ao programa e a troca de horário foi a gota d’água. Programa de humor às 8 da noite, na hora que todos estão chegando em casa e procuram os telejornais para se informar sobre o que houve de importante no dia. É o fim da picada...

Na contramão de todos estes aspectos, surge no Brasil um novo humor. Um humor que por enquanto não sofre as pressões corriqueiras das emissoras. Exemplos disso são:

Pänico na TV: O programa saído do rádio invadiu as telinhas e causou um grande baque na opinião pública por não se preocupar com nada. Celebridades são alvejadas por todos os lados e se sentem tão acuadas que até mesmo já partiram para a agressão física. O time comandado por Emílio Surita invade festas, zoa políticos, famosos e quem aparecer em seu caminho. Humor politicamente incorreto.

CQC: O programa comandado por Marcelo Tas faz a linha mais intelectual, mas que tem em seu seio um humor incomparável. Foi uma das gratas surpresas da TV brasileira e alia inteligência, sagacidade, comédia, vídeos engraçados e tudo para você rir e se informar ao mesmo tempo. De todos os exemplos é o que melhor exemplifica o novo humor brasileiro.

1 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Enriqueça a discussão.

Caso deseje divulgar seu site e/ou blog, utilize a opção OpenID.

O seu comentário é muito importante.

Related Posts with Thumbnails

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO