Antes no campo, agora na cabine

Foi o tempo em que jogadores de futebol ao deixarem as quatro linhas viravam técnicos de futebol. Agora o caminho feito por muitos ex-boleiros são as cabines de transmissão das televisões e rádios.


Isso não é novo. Muitos jogadores já fizeram esse caminho, mas nunca tão cedo. Rivelino, Gerson, Tostão, Piazza, Nelinho, Falcão, Junior e muitos outros trilharam para os corredores da mídia esportiva, mas bem depois de pendurarem a chuteira. Um entrave na época era a "birra" da classe jornalística que quase nunca aceitava boleiros tomando vaga de profissionais de imprensa que estudaram para isso ou eram credenciados nos órgãos de comunicação desde 1900 e cafunga.


Caio Ribeiro foi o primeiro jogador mais novo a ingressar neste mundo. Hoje em dia é um renomado comentarista da Rede Globo. As revelações do momento neste nicho são Juan Pablo Sorín (ESPN), Roger Flores (SPORTV) e Juliano Belleti (SPORTV). Outros que já são presenças da telinha são Neto, Muller, Denílson, Edmundo, etc.


Antes os ex-atletas comentavam os jogos levando muito em conta a experiência dos mesmos dentro de campo, hoje nota-se um estudo e profissionalismo maior destes "novos jornalistas", motivo esse para uma maior aceitação pelos diplomados da área.

Quem será o próximo a mudar de área?

Postagens mais visitadas